Mensagem de vida

"...um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos, e em todos." (Ef 4.5,6)

"...Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos." (ICo 1.23)

Contato:

e-mail: leonardo.reissilva@gmail.com



UM TAL DE VALE (Parte3)

O céu continua nebuloso,
pela manhã é como se uma nuvem envolvesse tudo e todos,
as plantas servem de apoio para o orvalho
não se vê muitas pessoas ao redor
somente seres inanimados e cinzentos.
Ao caminhar, sinto o frio passar pela minha pele e músculos
a respiração é dificultosa,
meu corpo briga com ele mesmo.
O que era confortável tornou-se dissimulante, ofegante, desanimador.
Enquanto caminho,
constantemente olho para trás,
como quem procura ajuda,
não conseguia mais pensar
jogava fora qualquer pensamento lógico que me vinha à mente,
sinceramente,
não sei por quê,
e quando me dei conta
um feixe de luz
tocava o chão,
um pouco insano sentir inveja do chão,
alvo das solas sujas de pés,
mas era o que eu senti na hora,
imediatamente usei minhas poucas reservas de energia,
afim de me colocar entre o chão e o feixe,
notei que a luz vinha das nuvens
e que era quente e natural,
investi mais alguns minutos olhando para o nascente
e a sensação de proteção encheu-me de esperança,
e então o Deus que eu pensava estar longe,
se revela muito perto
e mostra que sempre esteve ali,
no vale.
Enquanto isso, o feixe de luz tornou-se maior,
então,
logo cheguei a conclusão que estava procurando ajuda
olhando para a direção errada.

(Caçador, 03 de Setembro de 2010)




UM TAL DE VALE (Parte2)

Aqui estou eu
no lugar que sempre quiz estar
pelo menos,
minha curiosidade sempre me traz até aqui.
Não é como imaginava
tem caracteristicas diferentes de um lugar bom
mas, é hospitaleiro
esta sempre me convidando a permanecer,
mas lá no fundo
sei que aqui não é o meu lugar.
então, por que insisto em permanecer?
estaria eu enganado?
seria este o meu lugar?
melhor não dar asas a minha imaginação,
não agora,
tenho que raciocinar no que é melhor para mim
mas nada tenho como referência
o que pode me traz esperança neste lugar?
questões que me confundem
minha imaginação é mais forte do que eu
desta forma ficarei louco!
estaria em breve, em uma outra dimensão
vendo o mundo com uma outra pespectiva
seria invisível
seria incopreensível
mostraria um mundo que não conhecem
o mundo das imaginações,
dizem que o conhecimento tem limites
será mesmo a imaginação mais forte do que o conhecimento?
outra questão que os loucos devem saber a resposta.
Seria interessante,
seria diferente,
seria inefável?
Não, no máximo
surpreendente,
pena ser um caminho sem volta
um caminho que só os corajosos trilharam
só os valentes tiveram tamanha ousadia
e o prêmio?
foi alcançar um nível de complexidade
que nem eles mesmos puderam entender,
pena que não houve um que conseguisse voltar
será que este terá um fim? ou o mesmo fim?
O que deve ter no fim deste caminho?
minha curiosidade obriga-me a dar asas a minha imaginação
o que faço?
Chega de questões!
Devo admitir que este tal de vale
é no mínimo intrigante,
mas estou certo de que aqui não é meu lugar.

(Caçador, 16 de Julho de 2010)



Arte

"O Caçador"



UM TAL DE VALE (Parte1)

Hoje,"caminhando" por minhas lembranças,
algo me chamou a atenção,
era o que chamam de vale.
Abri o "baú" de minhas memórias e fiquei surpreso com tantas coisas,
foram momentos para entrar na história,
ou olhando por outro prisma,
dias para serem riscados do calendário.
Lembro-me que o dia começou bonito,
as coisas aconteciam de uma forma muito boa,
porque Deus estava presente na minha vida,
No entanto, dizem que um dia conhecemos "um tal de vale", e que se não conhecemos,
conheceremos,
mas isso passava muito distante da minha mente, na verdade nem se quer pensava em tal fato.
Porem em alguma hora, daquele dia,
me senti só,
o vento soprava forte e frio,
não conseguia entender o por que daquilo e assim,
com o vento,
também veio a anciosidade.
Como que atingido por algo,
me assustei,
virei e tudo estava escuro,
minha mente funcionava a mil por hora,
mas os frutos desses pensamentos,
vinham em camera lenta e duvidosos,
como palpites de iniciante,
podendo resultar no certo ou errado.
Pensava que se trilhasse o mesmo caminho novamente,
tudo voltaria como antes,
mas a escuridão não me deixava faze-lo.
Por um momento,
tive medo,
porem pensei: Por que retroceder?
Vou adiante!
Virei para o caminho que não deveria me privar,
e contemplei que a escuridão se tornara total.
Agora estavam meus pensamentos e eu, á sós.
Foi quando um pensamento terrivel se fez presente:
Como verei eu, a luz novamente?
Como serei eu, novamente visto em cores vibrantes?
Nenhuma resposta me foi dada.
Sendo assim o melhor a fazer era era trilhar a unica opção; Seguir em frente.
E assim pela primeira vez,
pensei nesse "tal vale".

(Caçador, 08 de Julho de 2010)


(corrigido por Maressa São Paulo).



Na mesa com o Rei

Hoje é dia de festa, pois
comemoramos a ressurreição do nosso Senhor.
Quando acordei não dei conta desse sublime acontecimento,
mas por algum motivo desconhecido, coloquei uma roupa legal.
Ao chegar ao local de celebração,
subitamente "despertei":
Hoje é um dia especial!
Fui ao sanitário para uma melhor arrumação.
Logo após
entrei no templo, rapidamente me adequei ao ritmo de adoração
em meio aos louvores e imediatamente procurei "O mais procurado",
aquEle que é digno de tudo o que acontecera naquela manhã,
mas, nao O vi,
até pensei por um instante que não O veria,
porém tive sorte, era Ele o orador naquela manhã.
Ouvimos mensagens preciosas para um viver feliz e depois
nos assentamos á mesa,
para confraternizar
e lembrar-nos do que Ele havia feito por nós.
Eram muitos os que nos faziam companhia,
pareciamos ser uma grande família.
O reverenciado estava no topo da mesa,
e todos brindavam dizendo: "O Senhor é o nosso rei!
Eu tinha este mesmo desejo,
afinal de contas, sabia o porque estava ali, e assim
naquela hora meu coração começou a falar muito mais que aquilo,
mas eu não conseguia externar essa alegria.
Derrepente, pra minha imensa felicidade, vi que Ele percebeu minha situação,
e a expressava com um maravilhoso olhar, como quem dizia: "tudo bem!",
Ele sorriu para mim,
e alegremente eu sorri para Ele, nesse momento meu coração encheu de paz.
Porem a percepção me fez refleti em um questionamento: Como ele conseguiu me notar no meio de tanta gente?
Não encontrei resposta.
Uns chamam isso de mistério,
eu prefiro chamar de AMOR.

(Caçador, 05 de Julho de 2010)


(corrigido por Maressa São Paulo).



Bom seria se só existisse o bem,
mas infelizmente existe o mal,
e nós estamos mais propícios a fazer o mal,
porque alguns males não necessitam de intermediários.

(Caçador, 10 de Junho de 2010)




Diante de Deus

Como posso entrar na presença de Deus?
será isso possível?
acho que sim,
pois ouço sempre algo parecido com isso.
por outro lado,
sei que tenho muitas falhas,
defeitos,
pecados.
já não tenho certeza do que achava,
pois Deus se tornou distante,
mas, como isso é possível?!
segundo Ele,
o pecado nos separa,
segundo Ele,
nada pode nos separar do Seu amor.
pobre de mim,
que não sei o que pensar,
pobre de mim,
ser racional.
a possibilidade de não estar diante d'Ele, me incomoda,
pois sei que Ele existe.
como um ser tão grandioso pode se fazer imperceptível?
poderia Deus ter aberto mão de sua uni presença?
questões que só o meu coração egoísta pode responder.
porém, cismo em conhecer e prosseguir a conhecer a Deus.
será que um dia terei paz em meus pensamentos?
não sei,
o que sei,
é que a incerteza do pleno conhecimento,
traz paz ao meu coração.
contudo,
espero n'Ele as respostas,
para que eu não conheça a certeza,
na hora errada.

(Caçador, 04 de Junho de 2010)


(ICo 14.14-15)

Porque, se eu orar em outra língua, o meu espírito ora de fato, mas a minha mente fica infrutífera.
Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com a mente; cantarei com o espírito, mas também cantarei com a mente.